Judd Marriott Mendes in Versus

O Sagrado que habita em mim, ama o Sagrado que habita em ti ...

E-books
Sarcas de fogo - Olvao Bilac
Autoria: Olvao Bilac
Ano: 2000
Tamanho: 142 KB
Formato: PDF
Sinopse:
Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac (16 de dezembro de 1865 – 28 de dezembro de 1918), ou simplesmente Olavo Bilac, foi um famoso jornalista e poeta brasileiro. Além disso, o escritor também foi membro fundador da ABL (Academia Brasileira de Letras) com a criação da cadeira 15, cujo patrono é Gonçalves Dias. Em Sarças de Fogo, de Olavo Bilac, permanece o lirismo, a que se acrescenta agora o sensualismo. São poemas eróticos, centrados na beleza física da mulher e no amor carnal, reduzido a um jogo bem arranjado de palavras, buscando mais o efeito que a genuína sensualidade. É um erotismo declamatório, que é o caso dos poemas "Tentação de Xenócrates", "Satânia". "O Julgamento de Frinéia". "Alvorada do Amor" e outras. Surge nesta obra um autor sátiro cujos poemas eróticos só se consegue ler achando graça, o que contrasta com o espírito original. Mas, mesmo sabendo que é um erotismo que se reduz ao puro jogo bem arranjado de palavras, nota-se a presença de um veemente temperamento romântico, controlado a custo pela disciplina formal aprendida. Da multiplicidade de vozes do poeta, a mais esfuziante talvez seja a voz erótico-amorosa, fortíssima nos poemas desta obra. O primeiro poema dessa obra, intitulado "O julgamento de Frinéia", narra a história de uma cortesã grega que foi levada ao Areópago porque estaria corrompendo a moral das famílias helênicas. O acusador, Eutias, exige a condenação de Frinéia, valendo-se de um argumento moral.

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Olvao Bilac). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras